Michel Temer diz que seu governo tem a marca do diálogo

0
187

Miriam Leitão esteve no Palácio do Planalto, em Brasília, essa manhã onde conversou com Michel Temer para seu o programa desta noite, na GloboNews. Na entrevista exclusiva, o presidente fala, entre outros assuntos, sobre o projeto de emenda constitucional que cria um teto para as despesas públicas, sobre a reforma da previdência e sobre o limite do aumento de gastos em educação e saúde, com a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241.

Sobre o projeto de emenda constitucional que cria um teto para as despesas públicas, Temer diz que espera ter ainda mais votos favoráveis na Câmara no segundo turno. Afirmou que  já conta com pelo menos 370 deputados.

E acredita que o sucesso junto aos parlamentares foi conquistado graças ao diálogo, “uma marca do meu governo”, diz.

Ao ser questionado sobre qual a autoridade de um governo, cuja cúpula se aposentou com menos de 55 anos, para pedir aos brasileiros só se aposentarem aos 65 anos, Michel Temer usou a própria experiência para justificar a necessidade da reforma.

“Foi uma aposentadoria precoce, numa época em que não se tinha essa preocupação. Mas faz quase 20 anos e estou aqui comandando o país e conversando com você. Uma prova de que o sistema precisa mudar”, diz.

Ele reafirma, também, que pretende igualar os sistemas de aposentadoria dos servidores públicos com os trabalhadores do setor privado e que pretende incluir o sistema especial de aposentadoria dos parlamentares nessa mesma regra. A discussão em torno da PEC 241 não poderia ficar fora da pauta. Temer ressalta que o projeto cria um teto geral para o orçamento, e não por áreas, como educação e saúde. Perguntado sobre como sustentar a reforma do ensino médio, que vai exigir mais recursos do que atualmente essa faixa de ensino recebe, o presidente diz que cabe ao governo remanejar verbas de uma área para outra para contemplar o que for prioritário.

A entrevista de Miriam Leitão com o presidente Michel Temer vai ao ar nessa quinta-feira, dia 13, às 21h30, na GloboNews.

Deixe uma resposta