Chefe regional do IDIARN e Veterinário do município se reúnem com coordenador da agricultura para divulgar a campanha de vacinação da febre aftosa e Brucelose

0
131
GEDSC DIGITAL CAMERA

O médico veterinário Dr. Bruno Fernandes, chefe regional  (CAICÒ) do Instituto de defesa  e inspeção agropecuária do RN  (IDIARN)  se reuniu na manhã  desta sexta  feira,4, com o coordenador de secretaria  de Agricultura do Município  de  São  José do  Seridó-Técnico Agrícola Joel Dantas-  e medico veterinário do  município Pirajá  Saraiva  para discutir sobre  a divulgação da Campanha de vacinação contra  a febre aftosa, bem como a vacinação contra brucelose, no rebanho bovino local.

 

Á   nossa reportagem, Dr. Bruno  Fernandes (chefe regional  (CAICÒ) do Instituto de defesa  e inspeção agropecuária do RN  ) falou inicialmente sobre  vacinação contra  a febre aftosa .A  vacinação contra  a febre aftosa  teve inicio em 1º de maio e segue até o dia 31 de maio.

 

Os  proprietários dos rebanhos  devem procurar a secretaria da secretaria  de agricultura  para   que seja feito os procedimentos. Todos os bovinos devem ser  vacinados e a vacina deve ser adquirida   na revenda autorizada.

 

O Dr. Bruno ainda informa que a vacina deve ser  aplicada via sub cutânea na quantidade de 5 ml. O período da vacina ocorre de   1 á  31  de maio    e o cadastro vai até  o dia 15 de julho. O chefe do INDIARN ainda ressalta que a meta será de 98% a mesma do ano passado.

 

Outra informação importante é sobre a BRUCELOSE-  Ela é uma   Zoonose   que teve sua campanha  iniciada em Abril e vai até 30 de junho, segundo  Bruno.

 

Os animais que forem vacinados receberão uma marcação. Será emitido a atestado de vacina onde produtor deve procurar a  unidade local . A  vacinação só pode ser realizada  por um veterinário cadastrado ao IDIARN  e a não vacinação implicará    no impedimento do GTA ( Guia de Transito Animal).

O médico veterinário  Pirajá Saraiva  é  cadastrado no IDIARN. O produtor  interessado  entrar em contato com a secretaria de agricultura do município.

Deixe uma resposta